Skip to content

O preconceito e a sociedade hipócrita de São Paulo

2 de Fevereiro de 2011

Moro em São Paulo uma cidade altamente miscigenada e plural. Aqui vemos pessoas de todas as origens desde chineses que invadiram a cidade para vender produtos contrabandeados até nordestinos que estão em busca de melhoria de vida.

Hoje, São Paulo abriga um pouco de cada canto do Brasil e do mundo. Isso faz da cidade um lugar único.

Apesar de toda a essa diversidade de cultura e raças estamos em uma cidade extremamente conservadora e preconceituosa. Sei que é difícil generalizar, mas essa é a realidade da cidade em que moro.

No passado, São Paulo foi um importante polo produtor e exportador de café. Aqui, em 1880 o café enriqueceu muita gente.

A cidade foi originada pelo agronegócio. As grandes fazendas e seus donos sempre comandaram a política local.

Os migrantes e imigrantes que vierem aqui ajudaram, não só a enriquecer os fazendeiros, mais também construir essa grande cidade.

Foi, e ainda é à custa dessas pessoas que São Paulo se tornou o que é para economia desse país.

Apesar disso, a cidade parece que não evoluiu. O povo é totalmente comandado pela elite e a mídia local preconceituosa e hipócrita.

É comum ouvir frases preconceituosas contra nordestinos da boca de filhos de nordestinos! Algo inadmissível e impressionante.

Com a ajuda da imprensa, corrupta, preconceituosa e hipócrita, que representa elite e políticos, nas emissoras de TV, rádio e jornais, a manipulação corre solta.

É só você perceber que não temos apresentadores de TV negros ou nordestinos. São raros os repórteres negros em nosso telejornal e bem mais raros os nordestinos. Ao contrário, os apresentadores e repórteres de nossa mídia são pessoas da própria elite que estão lá, disseminando em seus comentários o ódio e o preconceito.

A classe média dessa cidade é composta de pessoas que, não necessariamente, fazem parte dessa elite dominante, mas que precisam se afirmar para serem aceitas. São pessoas que com muito sacrifício conseguiram estudar e ter um cargo um pouco melhor, por exemplo, de gerente. Essas pessoas repetem que nem papagaio o pensamento cretino da elite paulista, disseminando esse pensamento para os mais pobres.

Outro dia, estava em um boteco e ouvi um senhor que estava visivelmente bêbado discutindo política com os amigos. Ele gritava e criticava o ex-presidente Lula, alegando que Lula era um vagabundo que nunca tinha trabalhado na vida. Esse senhor ainda exaltava o Fernando Henrique, que para ele é um verdadeiro lorde. De onde você acha que ele tirou essa ideia? Muito provavelmente do seu patrão.

Infelizmente, o povo paulista ainda está sob a dominação da elite do agronegócio. Que enriqueceu explorando a massa de migrantes e imigrantes. Ainda representamos um pensamento que não pertence a nós. Somos um povo que ainda não se libertou. Um povo conservador e medroso. Um povo que vota no cabresto, no cabresto que é o pior de todos, o da ignorância.

Anúncios
4 comentários leave one →
  1. 2 de Fevereiro de 2011 14:10

    Percebi também isso no inicio quando vim da França que existe uma forma de racismo e preconceito bem escondido… mais e claro que existe!
    Todas formas de preconceito e fonte de ignorância oscura e falta de inteligencia.
    O que faz uma riqueza no um pais e uma mistoura de culturas varias. Isso da forças é valores pra um povo.
    Felizmente que estamos todos diferentes, sinon o mundo ficaria muito triste!
    Um coluniste francês morrando en São Paulo

  2. CARLOS ALBERTO DE CASTRO JACQUES. permalink
    21 de Janeiro de 2012 21:44

    Matéria do jornal Folha de S.Paulo de domingo traz o resultado da pesquisa Datafolha que aponta que 59% dos brasileiros consideram a gestão realizada pela presidente Dilma Rousseff ótima ou boa, enquanto 33% a classificam como regular e 6% como ruim ou péssima. Os números, segundo a reportagem, levariam Dilma a bater recorde de aprovação, sendo índice maior que o alcançado nesse estágio por todos os presidentes que a antecederam desde a volta das eleições diretas.
    A matéria afirma que, ao completar um ano no Planalto, Fernando Collor tinha 23% de aprovação; Itamar Franco, 12%; Fernando Henrique Cardoso, 41%, no primeiro mandato e 16% no segundo; Lula alcançou 42% e 50%, respectivamente.O Datafolha ouviu 2.575 pessoas nos dias 18 e 19 de janeiro. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

  3. Vitorino Augusto Esteves Madaleno permalink
    25 de Janeiro de 2012 17:54

    Desde 2003 que tomo contacto regular com a realidade brasileira; nesse ano e anteriores pelo que vi e li a situação económica do Brasil não era muito boa e os políticos eram todos cognominados de ladrões e era baixa a consideração manifestada pelo público mas a partir de 2005 em diante as coisas mudam e os políticos de topo especialmente a primeira figura da Nação começam a ter um índice de aprovação acima dos 50%, curioso como a riqueza mexe com o coração do povo; ainda me lembro de pessoas que abominavam o Lula e passados 3 anos tudo se inverteu. Sou português e no meu País as coisas são exatamente de modo inverso apenas e porque estamos mais pobres e está para continuar. Já há pessoas que até a ditadura Salazarista é melhor que a situação actual. Concluindo, tudo é obtuso quando o ponto de vista é o pão nosso de cada dia, pesar os políticos por esse prisma não é nada bom, nem para eles nem para um bom julgamento político de quem quer que seja.

  4. Carlos Roberto Ribeiro da Silva Junior permalink
    25 de Abril de 2012 13:29

    Acredito que o preconceito é marca de toda e qualquer sociedade. Quando se ouve o “boi da cara preta” na infância, introjeta-se uma percepção desfavorável associado à ideia PRETO. E o desenvolvimento e integração social expõe uma dinâmica claramente desfavorável ao afrodescendente, pobre, nordestino e outros grupos… Estamos muito distantes do “Amai ao próximo como a ti mesmo”! Jamais…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: