Skip to content

O consultor da Folha desmente o jornal

29 de Setembro de 2010

Fonte: http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/o-consultor-da-folha-desmente-o-jornal

De O Globo

Quícoli recua e nega ter dito que propina era para campanha de Dilma

Publicada em 28/09/2010 às 19h00m

te>Tatiana Farah

SÃO PAULO. Rubnei Quícoli, autor das denúncias de tráfico de influência na Casa Civil que culminaram com a queda da ministra Erenice Guerra, prestou depoimento nesta terça-feira na Superintendência da Polícia Federal de São Paulo. Ele acusa ex-integrantes do governo de tentar intermediar negócios e cobrar uma propina de R$ 5 milhões para a construção de uma usina de energia solar no Nordeste que custaria, segundo ele, R$ 9 bilhões. De acordo com o BNDES, o empreendimento custaria R$ 2,5 bilhões e o empréstimo foi negado no final de março passado.

Quícoli ficou nas dependências da PF por cerca de sete horas e, na saída, mudou o tom de sua denúncia, jogando sobre o ex-diretor dos Correios Marco Antonio de Oliveira a responsabilidade pela afirmação de que os R$ 5 milhões serviriam para cobrir despesas de Erenice Guerra e da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff.

– Não tem nada que diz que foi pedido dinheiro para campanha para PT, para campanha da Dilma – disse Quícoli, que confrontado pelos repórteres, corrigiu:_ Eu disse que o Marco Antonio pediu esse dinheiro para poder favorecer a Dilma, a Erenice, e uma parte na campanha. Eu não falei nada disso aí.

Mais adiante na entrevista coletiva, quando questionado se a então ministra Erenice sabia das transações que supostamente ocorreriam na Casa Civil, Quícoli voltou a afirmar:

– Eu não sei. Nunca posicionei uma informação dessa. A única informação que eu coloquei foi que o Marco Antonio me pediu esse valor para poder acertar alguma coisa entre eles lá. Eu nunca disse que esse dinheiro era para PT, para a campanha da Dilma. Isso daí nunca foi relacionado. Essas perguntas muitas vezes relacionadas para favorecer uma parte ou outra não tem cabimento. Os documentos foram expostos para toda a mídia.

Quícoli disse ter reafirmado à PF as denúncias e entregue os documentos que já havia passado à imprensa, como emails trocados com empresários e, supostamente, integrantes do governo, como o ex-assessor da Casa Civil Vinícius Castro, que saiu do governo depois do escândalo.

– Tudo o que foi enviado para a imprensa foi o que foi declarado à Polícia Federal. Nada mais.

A principal acusação de Quícoli recai sobre o ex-diretor dos Correios e tio de Vinícius, Marco Antonio de Oliveira, que segundo ele, teria pedido R$ 5 milhões para pagar dívidas da ex-ministra Erenice e até da candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, além do candidato do PMDB ao governo de Minas, o ex-ministro Helio Costa. Segundo Quícoli, a empresa Capital Assessoria, dos filhos de Erenice Guerra e ligada a Vinícius Castro, seria usada para intermediar o negócio. Na porta da PF, Quícoli e seu advogado confirmaram o vínculo com a Capital, mas o empresário voltou a dizer que não conheceu os irmãos Guerra:

– Fiquei surpreso que o papel dele veio à tona agora, pela mídia agora. Não por mim. Eu não sabia quem era Israel, quem era Saulo.

Embora tenha afirmado que as perguntas que relacionam o dinheiro à campanha "não tem cabimento" porque serviriam para "favorecer uma parte ou outra", Quícoli gravou entrevista para o programa de TV do candidato José Serra (PSDB) um dia depois de fazer a denúncia ao jornal "Folha de S. Paulo". O publicitário Luiz Gonzalez, marqueteiro da campanha de Serra, afirmou ao GLOBO que ainda "a princípio" não deverá usar o material na campanha eleitoral.

Quícoli também admitiu já ter sido filiado ao partido tucano, mas disse ter votado no presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas duas últimas eleições. Aos repórteres que cobrem o caso do suposto tráfico de influência, tem enviado uma série de emails de críticas diretas e indiretas à candidata petista. O PT ingressou na Jusitça Eleitoral com duas representações contra o emprresário por calúnia e difamação. A Justiça ainda não se manifestou.

Além de Quícoli, prestaram depoimento na PF os donos da empresa EDRB, que teria sido representada por ele no projeto de energia solar. Os empresários Aldo Wagner e Marcelo Scarlassara ficaram pouco mais de duas horas na Superintendência da Polícia Federal, sem fazer acareação com Rubnei Quícoli. Entraram e saíram do prédio sem falar com a imprensa.

Por Jorge Furtado

Folha de S. Paulo, 16 de setembro:

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/po1609201009.htm

ENTREVISTA RUBNEI QUÍCOLI

CONSULTOR CONFIRMA ENCONTRO COM ERENICE, DIZ QUE EMPRESA SE RECUSOU A PAGAR PROPINA E DESCREVE REUNIÃO COM ISRAEL

(…)

Rubnei Quícoli – Estive na Casa Civil junto com a Erenice, que era a secretária-executiva da Casa Civil. A Dilma não pôde me receber, estava com outros afazeres.

Folha – Em que momento o Israel apareceu?

Rubnei Quícoli – O que aconteceu depois? Isso foi informação do Marco Antônio. Ele falou que precisava de R$ 5 milhões para poder pagar a dívida lá que a mulher de ferro tinha. Que tinha que ser uma coisa por fora para apagar um incêndio.

Folha – Você esteve com o Israel?

Rubnei Quícoli – O encontro foi no escritório do Brasília Shopping. O Israel nunca pediu nada porque eu não dei chance. Eu não sabia que ele era filho da Erenice.

O Globo, 28 de setembro de 2001:

…quando questionado se a então ministra Erenice sabia das transações que supostamente ocorreriam na Casa Civil, Quícoli voltou a afirmar:

– Eu não sei. Nunca posicionei uma informação dessa. A única informação que eu coloquei foi que o Marco Antonio me pediu esse valor para poder acertar alguma coisa entre eles lá. Eu nunca disse que esse dinheiro era para PT, para a campanha da Dilma. Isso daí nunca foi relacionado.

Na porta da PF, Quícoli e seu advogado confirmaram o vínculo com a Capital, mas o empresário voltou a dizer que não conheceu os irmãos Guerra:

– Fiquei surpreso que o papel dele veio à tona agora, pela mídia agora. Não por mim. Eu não sabia quem era Israel, quem era Saulo.

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: