Skip to content

Debate SP: Alckmin foge de Mercadante e fica bravo ao ouvir a palavra ‘chuchu’

29 de Setembro de 2010

Fonte: O SARAIVA

Em um debate prejudicado pelas regras, e por ter 6 participantes, ficando cada um com pouco tempo para falar, Mercadante (PT) não teve nenhuma oportunidade de escolher Geraldo Alckmin (PSDB) para perguntar.
Mesmo assim os 16 anos de governo tucano foi alvo de todos, e Mercadante deve ter garantido mais votos, e Alckmin deve ter perdido, reduzindo a diferença que deve se manifestar até domingo, no resultado das urnas.
Alckmin teve 4 oportunidade de escolher fazer perguntas a Mercadante, mas fugiu do confronto ao escolher outros candidatos.
Mercadante, a cada vez que teve direito de falar, cobrou por 4 vezes a postura de covardia de Alckmin, que o ataca pelas costas na propaganda eleitoral na TV e em perguntas para outros candidatos, mas não teve coragem de enfrentá-lo frente a frente no debate.
Celso Russomanno (PP) conseguiu tirar Alckmin do sério, quando o criticou por "não anda nas cidades pequenas", e que sua descrição da situação do interior paulista parece "Alice, do país das maravilhas". Russomano acrescentou: "os seus números são fantasiosos. Você conhece numeros para chuchu", disse.
Ao ouvir a palavra "chuchu", Alckmin vestiu a carapuça e gritou: "respeito é bom"…
As mazelas dos 16 anos de governo PSDB no Estado foi a estrela do debate:
– perdas salariais dos professores, que são recebidos a cassetetes;
– baixo salário de policiais;
– sucateamento na segurança pública e corrupção na cúpula;
– alunos que saem da escola sem saber ler e escrever;
– pedágios abusivos;
– estrangulamento da economia no interior com altos pedágios;
– falta de mais programas habitacionais, aumentando o déficit de moradias;
– saúde com muita propaganda, pouco atendimento e falta de remédios;
– falta de sintonia com o governo federal para fazer convênios;
– baixo crescimento do PIB no estado em relação ao Brasil;
Mercadante também apontou as deficiências da Sabesp, e lembrou que é inaceitável que o candidato tucano, com as oportunidades que teve de governar São Paulo, tenha torrado 3 bilhões de dólares na despoluição do Rio Tietê, e continua poluído.

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: