Skip to content

As jogadas inescrupulosas da Veja

21 de Setembro de 2010

 

Fonte: http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/as-jogadas-inescrupulosas-da-veja#more

Por esquiber

Tenho comentado algumas vezes que chegamos ao extremo do denuncismo vazio, do denuncismo imoral que serve para assassinar a reputação de pessoas inocentes que depois de terem seus nomes jogados na lama, ficam fragilizadas ante as suspeitas de que participaram de algum ato de corrupção. O mais abjeto é que a primeira impressão é a que fica e depois não há nenhuma retratação, nenhum pedido formal de desculpas, nenhuma reparação pelo menos nos termos constitucionais do direito de resposta. Estamos caminhando para uma ditadura midiática que ameaça a liberdade individual dos cidadãos.

Novamente a revista veja assaca denuncia contra a honra de um cidadão de bem, sem nenhum fundamento, no momento em que estamos prestes a comparecer as urnas para uma escolha que tem de ser livre e pertencente ao critério exclusivo do eleitor. Hoje o programa eleitoral do PSDB de Marcos Cals e de Lúcio Alcântara explorou ignominiosamente as denuncias desta revista que faz parte do submundo jornalístico da pior espécie, não só respaldando o teor da matéria publicada como pedindo a prisão dos Irmãos Ciro e Cid com base numa acusação de que teriam desviados 300.000,00 de reais dos cofres público com participação de prefeitos, deputados e empresários.

O que mais repugna neste mar de lama é que o candidato Marcos Cals foi secretário de governo de Cid até o prazo final de desincompatibilização. Somente agora veio a descobrir que o governador é o crápula que tem apresentado em seu programa de televisão. Agora a noite a superintendência da policia federal emitiu nota desmentindo o teor de todas as acusações publicadas na matéria de veja.Polícia Federal se manifesta sobre denúncias feitas pela revista Veja

Postado em 20 de setembro de 2010 por Lidiane Alves

A Polícia Federal divulgou, na tarde desta segunda-feira, nota oficial sobre as denúncias feitas pela revista Veja desta semana contra o empresário Raimundo Morais Filho, o governador Cid Gomes, o deputado federal Ciro Gomes, e o deputado estadual Zezinho Albuquerque.
A publicação afirma que o grupo estaria envolvido no desvio de mais de R$ 300 milhões de prefeituras cearenses. Embora o processo corra em segredo de Justiça, a PF informa que nenhuma autoridade federal ou estadual foi alcançada pela investigação.
Confira a nota da PF:

Fortaleza/CE: Em referência à reportagem publicada na Revista Veja, Edição nº 2183, páginas 82-83, intitulada "Integração Cearense", a Superintendência Regional da Polícia Federal no Ceará informa que as investigações em andamento não alcançaram qualquer autoridade federal ou estadual detentora de foro privilegiado, tampouco o Governador do Estado do Ceará, CID FERREIRA GOMES e o Deputado Federal CIRO FERREIRA GOMES; por esse motivo o processo que a revista faz alusão tramita em 1ª instância Na Justiça Federal do Ceará. Informahttp://blog.opovo.com.br/politica/policia-federal-se-manifesta-sobre-denuncias-feitas-pela-revista-veja/

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: