Skip to content

Entenda porquê a imprensa não gosta de Lula e não quer Dilma Presidente

19 de Setembro de 2010

Proponho fazer uma pequena análise do porquê a mídia golpista não gosta de Lula e não quer a eleição de Dilma.

Lula enfrentou durante anos o PIG – Partido da Imprensa Golpista, foram vários os escândalos divulgados histericamente que derrubaram ministros e quase o levou ao impeachment. Em entrevista ao IG Lula fala sobre:

O senhor acha que isso aí foi mais importante, ficou como uma marca maior para o senhor do que toda a crise do mensalão?

“Não, veja. Do ponto de vista das relações das políticas do governo. Agora, do ponto de vista da política política, o período do mensalão foi o pior possível. Eu quero estar vivo para ver o desfecho de tudo isso. Porque tem coisa um pouco esquisita que eu não consigo entender. Talvez minha sabedoria não consiga entender. O acusador do mensalão, ele foi cassado por falta de prova. O texto da cassação dele da Câmara dos Deputados diz que o cidadão fundamental (para o caso) ia ser cassado, por falta de decoro parlamentar porque não provou as acusações que fez. E o processo continuou como se nada tivesse acontecido. Ou seja, se criou um clima político no Brasil, eu diria, muito temeroso e muito desconfortável. Vamos ser francos, os setores mais conservadores do Congresso Nacional pensaram em chegar a impeachment. Não chegaram porque não tiveram coragem.

Então eu trouxe aqui os movimentos sociais, me reuni com todos eles, mas foi um momento de muitas verdades, de muitas mentiras, de muitas insinuações, porque tudo isso termina na justiça, que é o bom da democracia. A gente só dá valor à democracia quando a gente está sendo atacado. Quando a gente está sendo atacado, como é bom ter justiça. Agora, quando é a gente que está no ataque, a gente fala: “isso tem que acabar agora”, diz Lula.

A mídia golpista atacou o Lula e agora não quer Dilma por causa da pulverização da propaganda federal. Durante o governo FHC e seus antecessores, onde antes toda a verba do governo federal ficava nas mãos de alguns veículos, Folha de São Paulo, Estadão, Rede Globo, Revista Veja, então em 2003 o governo Lula pulverizou a verba.

Emerson Luís: Os jornais e a pulverização da propaganda federal

De 2003 até agora o governo Lula começou um processo de regionalização da verba publicitária gerenciada pela Secretaria de Comunicação, a Secom. Ou seja, o dinheiro que antes era destinado somente para os veículos de rádio, TV, jornal e revista das grandes capitais, principalmente São Paulo e Rio, começou a ser redistribuído para veículos do interior do país. É o processo de isonomia, como pediu Mino Carta. Em 2003 o governo federal anunciou em 270 emissoras de rádio. Em 2009 foram 2.809 rádios. Jornais, no mesmo período, saltaram de 179 para 1.883. Veja tabela abaixo. Os dados são da Secom e, portanto, públicos.

regionalizacao1

O gráfico mostra o aumento no investimento também para TV e revista. Observando a imagem abaixo, separando somente os números de investimento em jornais, pode-se notar realmente como o governo federal provocou a ira dos grandes veículos impressos. A retirada de verba foi significativa de 2007 até 2009. Enquanto a verba direcionada aos jornais do interior subia, diminuía a verba da capital. Em 2007 os jornalões das capitais receberam 6.844.417,8. Em 2008 a verba subiu um pouco, saltando para 7.776.730,2. Por fim, em 2009, a verba despencou para 3.939.348,0. No mesmo ano, os jornais do interior receberam 6.226.047,5. Veja o gráfico completo.

investimentosecom1

Imaginem vocês se o Mercadante chega ao governo do estado em São Paulo e promove a mesma isonomia do governo federal. A mídia paulista vai à bancarrota. E justamente por isso se agarraram nos calcanhares do PSDB e DEM, que é garantia de escoamento de anúncios e convênios de assinaturas de jornais para escolas. A leitura dos jornais despenca. Os números de assinantes são inflados constantemente com a distribuição gratuita de exemplares para quem nunca assinou ou já deixou de assinar. Admitir queda na circulação significa perder mais dinheiro. Os anunciantes privados não têm piedade e querem resultados.

_________________________________________________________________________

Resumindo Lula diminuiu o número a verba do PIG e isso é imperdoável! Revoltados com o dinheiro mais curto o PIG partiu para o ataque. A grande imprensa perdeu muito dinheiro durante o governo Lula e Dilma manterá essa tendência. Por isso Lula disse que nunca almoçou com a mídia.

Mas para a imprensa o pior está por vir, se Dilma tiver uma base sólida aliada no congresso e senadores em sua maioria da coligação vai mexer no marco regulatório de comunicação que é de 62. Ou seja acabar com os monopólios e capitalizar a mídia. Isso faz o PIG ficar mais histérico ainda.

O marco regulatório das telecomunicações

Paulo1- Leitor do  post Marco Regulatório nos lembrou o seguinte:

A lei geral de telecomunicações, lei n. 9.742, foi um marco nas telecomunicações, pois permitiu que o serviço público de telefonia fixo fosse universalizado e o desenvolvimento de outros, como o móvel e comunicação multimídia.

Porém, por pressão dos donos das grandes empresas de radiodifusão, que estão concentradas em poucos grupos e nos quais as retransmissoras estão nas mãos de políticos, separou-se radiodifusão de telecomunicações. O código brasileiro de telecomunicações na qual está a radiodifusã0 é datado de 1962 e na qual o poder executivo e legislativo são responsáveis pela outorga.

A Rede Globo sempre exerceu pressão para que não fosse alterada, justamente para preservar os privilégios que tem neste setor. Com a grande revolução tecnológica, hoje é possível ter a transmissão de programas, ou seja radiodifusão, pela internet, celular, através de fibra óptica e das redes das empresas de telecomunicações, entretanto a lei de 1962, não permite.

Daí o medo da Globo em perder o monopólio da radiodifusão. As grandes empresas de telecomunicações, todas estrangeiras tem capacidade tecnológica, dinheiro, para competir com qualquer empresa de radio fusão nacional, porém a lei veda tal participação. O receio da Globo é que se a lei for alterada, terá grandes concorrentes, com poder econômico muito maior.

Lula declarou ao IG:

“Vocês sabem que não pode ficar do jeito que está porque nós estamos com um marco regulatório de 1962 quando não tinha TV digital, quando não tinha TV a cabo, quando não tinha internet, quando não tinha nada. Nós não podemos continuar com um marco regulatório de 62.

Os velhos padrões da televisão vão ficar cada vez mais cansativos. O velho padrão do jornal vai ter que se modernizar, as revistas semanais vivem um sufoco danado. Eu compreendo a dificuldade de se fazer uma revista semanal. Antigamente você tinha um jornal que superava ela todo dia, a televisão e o rádio todo dia. Mas agora você tem a internet que supera a todo minuto.” diz Lula

_____________________________________________________________________

Daí, o medo de uma vitória de Dilma, possa acelerar esse processo. Nesse cenário teríamos competições entre os meios de comunicação, acabaria a ditadura da mídia imposta hoje ao povo brasileiro, onde é possível criar factóides e falar sandices, sem provas, derrubando ministérios, desestabilizando o governo e tentando o impeachment de um presidente eleito democraticamente pelo voto do povo e que tem hoje mais 80% de aprovação, ou da futura presidenta Dilma Roussef que tem em torno de 60% de votos válidos.

Dilma tem pela frente uma verdadeira batalha contra a velha mídia, ela deve assumir o papel de modificar o marco regulatório de 62 e isso vai fazer com que a onda de denuncismo aumente, com o intuito de tirá-la do poder, o que vemos agora é apenas o começo dessa grande guerra.

A mesma imprensa golpista que clama por liberdade de imprensa é na verdade uma ditadura da mídia, assista ao vídeo “Muito Além do Cidadão Kane”, onde mostra claramente o poder dessa imprensa corrupta, ligada à poucas famílias e a alguns políticos.

O Governo Lula e a futura presidenta Dilma Roussef sempre estiveram a favor da democracia, visto que, nunca antes na história desse país uma imprensa golpista teve tanta liberdade para espalhar mentiras e calúnias contra um governo.

Dilma também seguirá essa linha, porém tem em suas mãos a chance de criar uma Ley de Medios, como feita por Cristina Kirchner na Argentina, atacada sucessivamente pela imprensa golpista da Argentina e também brasileira como se fosse um atentado a liberdade de expressão. Cristina Kirchner, modificou o marco regulatório do país para acabar com o monopólio dos meios de comunicação, criados durante a ditadura militar argentina (1976-1983).

Entenda a Ley de Medios na Argentina
http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=16158

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=136411&id_secao=6

Aprovada por ampla maioria, a “Nueva Ley de Medios” cria uma comissão bicameral de controle, um Conselho Federal de Comunicação Audiovisual e a figura do Defensor Público de consumidores de serviços audiovisuais. Entre outras coisas, a nova legislação estabelece que uma mesma empresa não possa possuir canais de TV aberta e a cabo, além de reduzir de 24 para dez o limite das concessões de rádio e TV em mãos de um mesmo proprietário.

Para o argentino Pérez Esquivel, Nobel da Paz de 1980, o mecanismo de concentração e contaminação da informação não está apenas na Argentina, mas existe em escala mundial. “Pretende-se confundir liberdade de imprensa com liberdade de empresa, que não são sinônimos. A Nova Lei de Serviços de Comunicação Audiovisual causa revolta e preocupação principalmente àqueles que não querem mudança alguma e pretendem continuar com a lei vigente, imposta durante a ditadura militar”, avalia Esquivel.

“A nova lei deve abrir espaços de liberdade de expressão e valores que nos permitam construir um novo amanhecer da pátria. Uma palavra, uma participação e um pensamento esquecido que devemos recuperar. A dominação não começa pelo econômico, começa pelo cultural”, resume Esquivel.

“A vida dos povos está submetida aos impactos ambientais, à contaminação auditiva e visual da palavra e das idéias, que impõem o monocultivo das mentes. Os avanços tecnológicos são utilizados muitas vezes para o controle dos meios de comunicação e, assim, para o condicionamento e a manipulação dos povos. Nenhum meio informativo é asséptico, mas deve basear-se na ética e em valores a serviço dos povos e não para se servir dos mesmos.

A contaminação da palavra e a propaganda midiática chegaram a tal extremo que não permite ver com clareza onde está verdade informativa. A ética e a busca da verdade estão ausentes e prevalece a distorção da realidade.

Os grandes monopólios informativos da Europa, Estados Unidos e América Latina estão em uma forte campanha internacional para atacar e desprestigiar governos como o de Hugo Cávez, na Venezuela, acusando-o de tirano e de todos os males, ignorando em seus esquecimentos intencionais que Chávez é um dos poucos presidentes que se apresenta para eleições e é reeleito pelo povo, por suas políticas sociais e trabalho em favor dos setores mais pobres da população.

Outro alvo midiático dessa campanha de desprestígio é o presidente Evo Morales, da Bolívia, que enfrenta a campanha e a ação dos meios concentrados de comunicação, contra um governo que tem buscado a integração e a vida dos povos em um país pluricultural e nacional, desagradando aos interesses econômicos e políticos que sempre dominaram a Bolívia.

As campanhas midiáticas dos grandes monopólios informativos são dirigidas buscando uma contaminação mental que debilite os governos progressistas. Através do tempo vemos que o mesmo ocorre com Fidel Castro e o governo cubano; 50 anos de resistência e assombro no mundo diante dos avanços e da capacidade de seu povo, com seus programas de saúde, educação, luta contra o analfabetismo e a pobreza.

Cuba é um povo solidário com outros povos mais necessitados e os fatos falam por si mesmos.

A intenção das campanhas jornalísticas é estar a serviço dos interesses econômicos e políticos dos poderosos para submeter os povos.

Já defendi publicamente e reafirmo que a Lei de Meios Audiovisuais sancionada pelo Parlamento argentino é necessária, já que permite romper o controle dos monopólios informativos, gerar o pluralismo jornalístico e recuperar a liberdade de imprensa. A reação das corporações, como o grupo Clarín, desatou uma campanha virulenta contra o governo acompanhada pela voracidade de uma oposição sem idéias, que busca unicamente golpear o governo e que tem todos os meios de comunicação à sua disposição, como a pitonisa que anuncia todo tipo de catástrofes, sem diferenciar as contribuições e avanços do governo, assinalando apenas seus erros e aumentando sua real dimensão. Isso é um fator preocupante para a vigência da democracia no país.

A liberdade de imprensa permitira uma maior consciência crítica e o fortalecimento de valores éticos, sociais, culturais e políticos. Superará a contaminação informativa e, assim, poderá repensar o país que queremos.”
(*) Arquiteto argentino, ganhador do Prêmio Nobel da Paz em 1980 por sua obra de combate à violência na América Latina. Leia o artigo completo.

________________________________________________________________________

O Lula e a Dilma não são como o governo do PSDB e por isso a imprensa quer José Serra na presidência ele acabará com a pulverização da verba de mídia do governo federal, dando toda a grana novamente para os grande veículos, além disso não irá mudar o marco regulatório de 62. José Serra compra a imprensa paulista, como fez em São Paulo com aquisição estratosférica de 220 mil assinaturas da revista Nova Escola pela Secretaria de Estado da Educação de São Paulo, onde  em 1/10/2008, a Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE) do governo estadual firmou contrato com a Editora Abril no valor de R$ 3,74 milhões, para a compra. Não houve licitação. Você pode ler aqui a denúncia do MP.
_______________________________________________________________________

Veja o que diz o Aposentado Invocado

Existe de verdade um grande escândalo no Brasil, trata-se da corrupção que se abateu na Folha de São Paulo, na Veja, no Jn, no Estadão e no O Globo. E visa calar as vozes dissonantes de quem nada contra essa maré de denúncias do PIG, por isso tentam calar revistas e blogs sujos. A revista Capital que denunciou a compra de sigilos dos brasileiros pela filha de Serra (leia aqui) está pagando caro por discordar desse grupo corrupto, eles passam a atacá-la e desqualificá-la. A Carta Capital está sendo perseguida até pelo Ministério Público, vai Dra Cureau. Esse é o tipo de liberdade de imprensa que esse consórcio quer nos impor.
________________________________________________________________________

Entenda o caso Carta Capital

http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2010/09/17/dra-cureau-quer-calar-o-mino/

A imparcial (leia Dra. Cureau se trai, elogia Serra) procuradora da Justiça Eleitoral, dra. Sandra Cureau, enviou ofício ao Mino Carta para saber quais as instituições do Governo Federal anunciam na Carta Capital.

A ilação óbvia é que a imparcial dra. Cureau quer constranger o Mino, instituições governamentais, reduzir a receita da revista e calar o Mino pelo bolso. É o Golpe.

A imparcial dra. Cureau já tentou calar o blog Amigos do Presidente Lula.

Por quê a imparcial dra. Cureau não pergunta à Veja e à Globo que instituições governamentais nelas anunciam ? Proporcionalmente, a Veja e a Globo recebem mais anúncio do Governo Federal do que a Carta Capital. Quem se preocupava muito com isso era o Diogo Mainardi, antes de fugir para Veneza. Será que a imparcial dra. Cureau nele se inspirou ? Viva o Brasil.

______________________________________________________________________

Temos que fazer como esse cidadão brasileiro e denunciar também a compra do Governo Serra das 220 mil assinaturas da revista Nova Escola pela Secretaria de Estado da Educação de São Paulo.

Veja a denúncia apresentada por ele (João F, preservei a identidade para evitar que ele sofra ataques de trolleiros) a dra Cureau:

E-mail enviado por ele.
Envio esse e-mail com denúncia que fiz agora à noite para o MPE sobre as ligações entre Serra e Veja. Gostaria de pedir a vocês que publicassem (fiz o mesmo pedido a mais de uma fonte online, e o faria para jornalistas da velha mídia se achasse que valeria a pena) o texto e as imagens, a fim de – possivelmente – lembrar o Ministério Público de sua tarefa de investigar, também, quando a revista apóia a Direita, e não só quando apóia a Esquerda, como no caso da Carta Capital.

Denuncia1

Denuncia2

Denuncia3

________________________________________________________________________________________
E como o blog da Cidadania que em 16 de setembro de 2010. Guarde esta data. Ainda será lembrada como o dia em que a sociedade civil se fartou e se uniu, aos milhares – para ser exato, por 3.238 pessoas –, para,  finalmente, denunciar ao Poder Judiciário um dos piores tipos de abuso que a elite conservadora e midiática continua a cometer contra o interesse público em pleno século XXI.

__________________________________________________________________________

O Lula e a Dilma são a favor da liberdade de imprensa e podem acabar com a ditadura midiática imposta  a nós.

Eles não são iguais ao Serra (PSDB/DEM) que confisca vídeos da imprensa, repudia a liberdade da internet, chama os blogueiros progressistas de blogs sujos.

Serra não é a favor da liberdade de expressão, quer calar as vozes que não concordam com ele. É um ditador e vai roubar o Brasil como fez com FHC. Que venha o livro do Amaury Ribeiro Jr, Os Porões da Privataria. Aproveite também para ler os escândalos do governo FHC.

Leia também: Mino Carta adverte: eleição causa espanto e pavor! Em Marte.

Concordo com a Maria Fro:

Eu não sei o que meus amigos farão, mas eu sei o que eu farei: irei para as ruas, resistirei a qualquer tentativa de golpe, o Brasil não é Honduras.

Não é possível que cinco corporações midiáticas, sem nenhum fato concreto, sem nenhuma prova continuem agindo como estão, buscando destruir a respeitabilidade de instituições sérias do país como a Polícia Federal, a Receita Federal, o Banco do Brasil, a Casa Civil da República.

Não é possível que o que há de mais grotesco na imprensa se junte com generais de pijama e tenham a coragem e desfaçatez de pôr na boca palavras tão caras ao povo brasileiro como DEMOCRACIA, COMBATE À CENSURA, PATRIOTISMO.

Para este pequeno grupo de golpistas representado na mídia velha, democracia  significa a continuidade deste grupo controlando a comunicação no país, a permanência dele dando as cartas no intuito de manter um  país excludente onde só este grupo tem a liberdade de dizer as sandices que lhe vier à telha.

Alguém em sã consciência pode imaginar que deve ser levado a sério um sujeito 171 que o Jornal 171 afirmou ser sócio de uma empresa e a empresa prova que não é e fica por isso mesmo?

Alguém pode seriamente levar a sério um sujeito processado duas vezes, que foi preso por dez meses por interceptação de roubo de cargas, proprietário de uma empresa nada idônea, que tem recusado um empréstimo de banco público, acusar impunemente o governo de exigir propina, quando o que ocorreu foi a recusa  de empréstimo de dinheiro público para estelionatário? E finalmente como é que a palavra de um estelionatário (foi só a palavra não há uma única prova apresentada) pode virar manchete do Jornal 171, depois ocupar vários minutos na TV filha do golpe militar (que é concessão pública e ignora totalmente este fato) legitimando as acusações deste estelionatário contra uma ministra? Em que país com uma imprensa séria e honesta esta fábula ganharia tanta repercussão?

É contra esta nova tentativa de golpe de um pseudo-jornalismo que nasceu com o golpe militar, sobreviveu sustentado por golpistas que estarei no ato em defesa da Democracia e contra o golpismo midiático.

_________________________________________________________________________
E concordo com o Aposentado Invocado

INFELIZMENTE , PARA ESSE CONSÓRCIO MALDITO , O POVO JÁ PERCEBEU E APESAR DELE ELEGERÁ DILMA PRESIDENTE DO BRASIL.

________________________________________________________________________

VAMOS PARA AS RUAS!

COMPAREÇA AO ATO EM DEFESA DA DEMOCRACIA!

Centro de Estudos Barão de Itararé, convoca para um ato público em defesa da Democracia, e contra o golpismo midiático.

CONTRA A BAIXARIA NAS ELEIÇÕES!

CONTRA O GOLPISMO MIDIÁTICO!

O ato acontece na próxima quinta-feira, 23 de setembro, às 19 horas, no Sindicato dos Jornalistas de São Paulo (rua Rego Freitas, 530, centro de São Paulo). Anoto o caráter simbólico: o auditório do Sindicato tem o nome de Vladimir Herzog – jornalista assassinado pela ditadura militar, que teve o apoio desses mesmos grupos de comunicação que, hoje, tentam lançar o Brasil no abismo.

Fontes: http://www.conversaafiada.com.br/pig/2010/07/22/vem-ai-a-ley-de-medios-nao-adianta-o-pig-chorar/

http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/o-marco-regulatorio-das-telecomunicacoes

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=136411&id_secao=6

http://aposentadoinvocado1.blogspot.com/2010/09/e-verdadeexiste-um-grande-escandalo-no.html?utm_source=twitterfeed&utm_medium=twitter

http://www.viomundo.com.br/voce-escreve/emerson-luis-os-jornais-e-a-pulverizacao-da-propaganda-oficial.html

http://ultimosegundo.ig.com.br/entrevista/lula+fala+ao+ig+sobre+seus+piores+momentos/n1237778723168.html

http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMostrar.cfm?materia_id=16158

http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2010/09/16/inacreditavel-serra-sequestrou-fita-do-piti-a-coisa-ta-feia/

http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/2010/09/serra-abre-fogo-contra-nosso-blog-mas.html

http://mariafro.com.br/wordpress/?p=19234

http://www.blogcidadania.com.br/2010/09/3-238-sem-midia-denunciam-globo-e-sbt-a-pge-hoje/

11 comentários leave one →
  1. Nelson João Teixeira permalink
    19 de Setembro de 2010 20:39

    Nosso presidente quer todos os votos para o PT. Se isto acontecer vamos voltar novamente em uma ditadura imposta pelo PT. Em todas as democracias existe a oposição para os governantes não tomarem certas decisões erradas.

  2. Natalia permalink
    19 de Setembro de 2010 21:16

    Será que a imprensa é tão perversa assim? Não seria possível encontrar nenhuma chama em meio a este fogo que levasse a imprensa a agir desta forma?

  3. ALBINO MARTINI permalink
    21 de Setembro de 2010 8:20

    Quero ajudar a desmarcarar estas mentiras todas que recebo por E-mail.

  4. Angela permalink
    1 de Outubro de 2010 9:37

    Porque a imprensa não gosta de Lula

  5. Nelson João Teixeira permalink
    15 de Outubro de 2010 21:01

    Não é so a imprensa que não gosta do lula e da dilma. 8.800 milhões de aposentados e seus familiares, tambem não gostam deles, pelas atrocidades que o PT faz contra esta classe que ajudou a construir nosso Brasil, e hoje não temos poder aquisitivo para sobreviver.

  6. Adilson Torres permalink
    1 de Novembro de 2010 21:38

    SE o Presidente Lula fosse contra a Imprensa, tinha muita gente se lascando, pois ficam mentindo discaradamente, inventado denúncias de corrupção e o presidente nunca atacou esses veiculos de comunicação que gostas de enganar o povo.

  7. Adilson Torres permalink
    1 de Novembro de 2010 21:42

    O Presidente mais popular da história do Brasil não merece esse tipo de tratamento desta Imprensa que só pensa no dinheiro e fica inventando mentiras, se o Presidente Lula fosse fraco com certeza eles teriam conseguido o tirar do poder, mais isso graças a Deus não aconteceu.

Trackbacks

  1. Entenda porquê a imprensa não gosta de Lula e não quer Dilma Presidente. | Epocaestado Brasil
  2. Dilma Presidente – divulgando – Entenda porquê a imprensa não gosta de Lula e não quer Dilma Presidente « D I S C O B E R T A
  3. Só a Globo ficava com 80% das verbas publicitária, para dividir com suas afiliadas geralmente nas mãos de politicos do Demo e PSDB.Saiba como a Time e a Ditadura contruiram a Globo. | Epocaestado Brasil
  4. Mesmo sem audiência correspondente, a Globo ficava com 80% das verbas publicitária, para dividir com suas afiliadas geralmente nas mãos de politicos do Demo e PSDB.Saiba como a Time e a Ditadura contruiram a Globo. | Epocaestado Brasil

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: