Skip to content

Fossa de São Paulo

13 de Setembro de 2010

http://saraiva13.blogspot.com/2010/09/folha-usa-agente-da-ditadura-contra.html

Blog do Miro – 13/09/2010
Por Altamiro Borges

A Folha não vai descansar até 3 de outubro. Fará de tudo para evitar a derrota do seu candidato, o ex-colunista José Serra. Ela já usou uma ficha policial falsa, difundida por grupos fascistas na internet, contra Dilma Rousseff. Estampou manchetes mentirosas, como a que esbravejava que “consumidor de luz pagou R$ 1 bi por falha de Dilma”. Até enviou um repórter à Bulgária para cavar histórias do pai da candidata. Agora, deu espaço para os ataques de um agente da ditadura.
Na edição deste domingo, o panfleto da famíglia Frias – que clamou pelo golpe militar de 1964, cedeu suas peruas para transportar presos políticos à tortura e aliou-se com o setor “linha dura” dos generais – entrevistou Silvio Carriço Ribeiro, ex-coronel da Brigada Militar do Rio Grande do Sul e “ex-agente da chamada comunidade de informações”. Durante o sanguinário período da ditadura militar, ele foi um dos responsáveis por espionar a atual candidata à presidência.
Falta de autoridade moral
No texto, o ex-agente aparece como um coitadinho, que “continua morando perto da casa em que Dilma viveu, na Vila Assunção, onde mantinha campana para investigar a ‘subversiva’”. Não há criticas à barbárie da ditadura, às torturas, assassinatos e censura. De passagem, a matéria apenas registra que “em 1998, no final do governo de Olívio Dutra (PT), Ribeiro enfrentou um Inquérito Policial Militar que o exonerou da Brigada Militar… Foi condenado e afastado do oficialato sob acusação de ter feito compras indevidas numa olaria pertencente à Brigada Militar”.
Apesar dos serviços sujos prestados à ditadura e da acusação de corrupção, a Folha dá destaque ao espião para traçar o “perfil psicológico” de Dilma Rousseff. Sem qualquer autoridade moral, ele afirma que “ela é uma mulher amarga. Não é aquilo que está aparecendo na televisão. É lobo em pele de cordeiro”. O espiãozinho diz ainda que Dilma “não é tão boazinha assim” e que ela “nasceu para mandar. Não para ser mandada. Lula vai se enganar com ela”.
Reporcagem é um escárnio
A “reporcagem” da Folha é um escárnio. Como reagiu o deputado Brizola Neto, ela envergonha a imprensa e “dá nojo aos democratas deste país”. “Desde quando um espião, araponga, agente da repressão, tem o direito de ver um jornal sair publicando suas ‘análises’ psicológicas? Ao que eu saiba, as únicas técnicas de ‘psicologia’ usadas pelos agentes da repressão eram bordoadas, choques elétricos, chicotadas, sufocamento e outras barbaridades, como os colegas deste tal Sílvio Carriço Ribeiro, que a Folha elevou à condição de ‘formador de opinião’ sobre Dilma”.
O jornal da famíglia Frias, que já usou o neologismo de “ditabranda” para se referir à sanguinária ditadura militar, ainda tentará novas cartadas até o final da campanha presidencial. Ela joga uma batalha de vida ou morte nesta eleição. Teme pela derrota do seu candidato, o demotucano José Serra, e procura evitar que uma “onda vergonha” enterre outros de seus protegidos aos governos estaduais, Senado e Câmara Federal. Não dá para subestimá-la!

No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: