Skip to content

Pão de queijo no dossiê?

3 de Setembro de 2010

Escrevendo em pé

Fonte: http://saraiva13.blogspot.com/2010/09/escrevendo-em-pe.html

Descobri há pouco que Ernest Hemingway, ao menos quando morou em sua chácara cubana, escrevia em pé. Comentei isso no Twitter e lembraram-me que Fernando Pessoa também o fazia. Resolvi copiar essa prática, pois tenho trabalhado demais sentado e isso prejudica minha saúde.
Bem, vamos ao que interessa. Aparentemente a campanha de Serra lançou-se ao pote de maneira afobada e se estrepou: o TSE arquivou a ação perpetrada contra Dilma. Com isso, os tucanos passaram recibo de desespero e mau caratismo eleitoral. Ainda é cedo para comemorar, pois eles podem recorrer, ou podem vir com novas artimanhas. Mesmo assim, levaram um gol e isso merece, no mínimo, um respiro de alívio.
Merval Pereira, um golpista dos anos 60 reencarnado nos dias de hoje, que apoiou o golpe em Honduras em 2009 e mostra-se ansioso por algo parecido no Brasil, admitiu que PSDB, DEM e PPS cometeram um erro estratégico ao entrarem com uma ação inepta no TSE contra Dilma.

Ocorre que não foi um erro "estratégico" e sim um imperdoável desrespeito à democracia. Eleições devem ser vencidas no voto e a postura de Serra produziu, ao menos por algumas horas, um desconforto e um temor incompatíveis com o momento de estabilidade política vivido pelo Brasil.
Ontem de noite, no Jornal da Globo, assisti uma cena estarrecedora. Inacreditavelmente, Serra citou pela enésima vez os tais "blogs sujos", mas desta vez, nomeou dois deles, Os amigos do presidente Lula e o Amigos da Dilma, que na verdade são feitos pelas mesmas pessoas. O tucano envolveu os blogs na violação do sigilo de sua filha. É uma mentira sem tamanho e ao mesmo tempo revela desespero, ignorância, truculência e uma estupidez sem limites. Serra não sabe o que é internet. Não sabe que as informações correm livres e o tempo da obscuridade acabou. Os dados de Verônica Serra que corriam pela internet eram documentos publicados na mídia, como aquele que mostrava a sociedade com Daniel Dantas.
É incrível, amigos. Eu vinha me recusando a ter essa visão exagerada de nossa importância na campanha. Mas Serra está passando recibo. A gente está fazendo diferença! A partir do momento em que a figura mais poderosa da oposição ocupa os principais telejornais do país para bater boca com blogs singelos, feitos pessoas simples e sem recursos, isso prova que estamos incomodando!
O mais ridículo, no entanto, é Serra ter chamado os Amigos do Presidente Lula de blog "semi-oficial", e ainda mencionar o fato de que o presidente enviou cartinha de feliz aniversário ou coisa parecida ao blog. Vixe Maria! Serra não tem amigo nenhum e agora assina um recibo (outro) de inveja! O blog Amigos do Serra, mesmo sendo patrocinado pelo PSDB, saiu do ar!
Aiaiaia, mas mudemos de assunto porque hoje a coisa ainda tá feia. O editorial do Globo de hoje faz uma série de acusações exageradas contra o PT, mostrando que os jornalões (Folha, Estadão e Globo) resolveram iniciar uma ofensiva midiática pesada para tentar conter a "onda vermelha". A estratégia nem sequer é disfarçada. Visa abertamente produzir um factóide com impacto eleitoral. Se não tem poder de determinar os rumos da eleição nacional, ao menos pode reduzir os danos em São Paulo, onde a mídia oposicionista tem mais influência:

(Panorama Político, O Globo, 03/09/2010)
O governo patrocinou uma ação brilhante pela qual elevará a participação estatal nas ações da Petrobrás, de 26% para 40% (se não me engano, depois confirmo esses valores), reduzindo em parte a entrega de nosso patrimônio aos estrangeiros feita por FHC nos anos 90, e o Globo, naturalmente, chiou, em editorial cujo título diz tudo: "Ideologia atrapalha bom momento da Petrobrás". O jornal omite, porém, que foi essa mesma ideologia, nacionalista, que fez a Petrobrás nascer e que a salvou da privatização tentada na era fernandista. Nos anos 50, a direita, com apoio histérico do Globo, fez de tudo para impedir a criação da Petrobrás. A iniciativa era tratada, em editoriais, como um imperdoável disperdício de verba pública e uma aventura estimulada por pura "ideologia". A mesma coisa que falam hoje. Pois bem, o próprio editorial do Globo admite, no entanto, que a Petrobrás será responsável por 40% de todo investimento realizado no Brasil durante os próximos anos.
Diante da avalanche de mensagens furiosas contra o golpismo tucano, a seção de Cartas da edição impressa do Globo resolveu dar um pouco de pluralidade, provando que a internet abriu uma fissura definitiva no bunker até então surdo e hermético de Ali Kamel. Em meio as opiniões antipetistas de sempre, imiscuem-se diversas cartas com duras acusações ao golpismo tucano. Será que o Globo lembrou-se que a maioria da população do Rio de Janeiro (inclusive a elite que assina jornais) votará em Dilma?

Atella, o tal sujeito que obteve a declaração de receita de Verônica Serra com uma procuração falsificada, fez uma observação (na entrevista que deu ao Globo ontem) que passou despercebida por quase todo mundo:

Quanto o senhor cobraria se lhe pedisse para buscar minhas declarações do IR?
ATELLA: Eu cobraria do senhor R$100 por este serviço, pode ser? O senhor precisa passar a senha digital e o código, que eu emito (o documento) para o senhor. Você só precisa ir à Receita Federal, colocar os meus dados, autorizando que eu estou emitindo para o senhor. O senhor vai me dar uma procuração eletrônica. Mas, naquela época, não era assim.

Ou seja, com a informatização da Receita, introduziu-se um mecanismo que impede a quebra do sigilo fiscal de um cidadão pelo mesmo método usado por Atella.
No Globo de hoje, encontrei outra pérola:

Em entrevista à rádio Jovem Pan, Serra afirmou:
– Esses blogs sujos de internet que o PT aluga, tantos jornalistas de aluguel que eles têm há tanto tempo.

Incrível, né? Serra agora está obcecado por atacar os "blogs sujos". Sem colhões para atacar Lula, procura intimidar blogueiros. Que cara patético. Que desclassificado. Que desrespeito com a blogosfera. Lula foi atacado por anos a fio. Acusaram seu filho. Seu irmão. Nunca se viu Lula repetindo obcecadamente, em entrevistas para rádios, jornais e TV, que a mídia era "suja". Ele tinha a sensatez de atacar a oposição, não os jornalistas. Serra, covarde, em vez de atacar seus adversários políticos, que tem voz na grande imprensa e tem a máquina partidária a sua disposição, parte para cima de blogueiros anônimos, pobres e indefesos. É um animal!
Na mesma matéria:

– A Receita, na verdade, está sendo prejudicada pela ação de arapongas do PT que procuram instrumentalizar órgãos do governo com vistas a suas propostas político-eleitorais – afirmou Serra, após reunião com o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, em São Paulo.

Sinceramente, a sintaxe destas frases parece originar-se de um maluco de hospício.
A burrice de Serra não tem limites. Em sua propaganda eleitoral, gastou-se um tempo enorme mostrando Collor num palanque pedindo votos para Dilma Rousseff. Ora, com isso, Serra usou seu tempo de TV para beneficiar Collor em Alagoas e prejudicar o seu próprio candidato, o governador tucano Teotônio Vilela, que disputa a reeleição. Os eleitores alagoanos que votam em Dilma (maioria) e viram a propaganda certamente sentir-se-ão inclinados a votar no senador collorido. E os eleitores de Collor (são muitos no estado, infelizmente) que estavam indecisos sentir-se-ão inclinados, por sua vez, a votarem em Dilma. Mais um lance de "jênio"!
Dilma não pode impedir que as pessoas peçam votos para ela, mormente senadores da república e políticos com grande poder eleitoral. Seria contrariar a lógica, que é, aliás, o que Serra vem mais fazendo nessa eleição.
O bunker tucano ruiu mesmo. Fernando de Barros e Silva, colunista da Folha, criticou duramente (claro que antes e depois de xingar o PT) a decisão tucana de usar a violação do sigilo como pretexto para impugnar a candidatura de Dilma:

Ao ir à Justiça Eleitoral para impugnar a candidatura Dilma, Serra se agarra ao escândalo como tábua de salvação para chegar ao segundo turno. Não se trata de "incriminar a vítima", mas de expor os interesses de seu açodamento.

Por fim, vale registrar que a suspeita de que a violação do sigilo da filha do Serra seria fruto de uma guerra intra-tucana entre o grupo de Aécio Neves e José Serra continua a circular na internet. Claudio Humberto, fofoqueiro-mor da República, antipetista, reproduziu a suspeita em seu blog:

Naturalmente não se pode confiar em Claudio Humberto, mas a história ao menos é plausível, visto que Aécio e Serra, em setembro de 2009, viviam o apogeu de uma guerra intestina pela vaga de candidato à presidente da República. Marco Aurélio Weissheimer também escreve sobre isso.
Também gostaria de registrar informações divulgadas hoje pelo editorial de capa do site Carta Maior, até para terminar esse interminável post com um astral positivo:

# Escrito por Miguel do Rosário # Sexta-feira, Setembro 03, 2010
Matéria publicada por Leda Ribeiro (Colaboradora do Blog)

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: