Skip to content

Enchentes: Kassab quer que você fique tranquilo

23 de Fevereiro de 2010

http://revistaepocasp.globo.com

Com a cidade debaixo d’água e a popularidade em queda, o prefeito Gilberto Kassab diz que os investimentos estão surtindo efeito e parabeniza sua equipe pelo “excelente trabalho”. Como entender que ele esteja satisfeito – quando mais da metade dos paulistanos quer abandonar São Paulo?

Tradicionalmente conhecido como um período de pouca agitação − com estudantes em férias, Legislativo em recesso e 20% dos carros afastados das ruas −, janeiro foi um mês trovejante em São Paulo. Até o dia 25, a cidade não vivera nem sequer dois dias consecutivos sem alagamentos. O maior dilúvio do ano, na manhã do dia 21, inundou 120 pontos, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências, e causou a morte, apenas na capital, de pelo menos quatro pessoas. O Rio Tietê transbordou e, no Jardim Romano (Zona Leste), onde os moradores festejavam o terceiro dia com pés secos após 40 sob as águas, dezenas de casas voltaram a submergir. Também inundado, o Túnel Tribunal de Justiça (Zona Sul) sofreu interrupção de tráfego por 38 horas devido a falhas no sistema de drenagem. Enquanto funcionários da Defesa Civil reviravam entulho e milhares de pessoas enfileiravam-se em 111 quilômetros de congestionamento, o prefeito Gilberto Kassab afirmou: “A população que fique tranquila. Os recursos têm sido usados da melhor maneira possível, e vai continuar sendo assim”.

Mas seu governo tem sofrido o impacto de outros tipos de intempéries: um aumento contundente no IPTU e nas tarifas de ônibus; um congelamento em torno de 20% nos gastos previstos no orçamento para, entre outras coisas, varrer e patrulhar as ruas ou construir novos hospitais; uma tentativa de aumentar o salário dos secretários municipais; o vaivém no corte da merenda escolar − e um festival de declarações infelizes.

Enquanto nuvens pairam sobre o gabinete do prefeito, como de resto sobre toda a cidade, o discurso de Kassab descreve um cenário de calmaria. “Estou muito contente com a (minha) equipe e tranquilizo a cidade (no sentido) de que tudo que puder ser feito será feito, como tem sido feito”, disse, em seu pronunciamento sobre as enchentes.

One Comment leave one →
  1. 2 de Março de 2010 19:49

    muito bom

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: